Publicado em Deixe um comentário

10 Itens de Decoração que Você Precisa Conhecer Agora Mesmo

10 Objetos decorativos que não podem faltar na sua casa

Você gosta de decorar a sua casa com objetos que expressam a sua personalidade e estilo? Você sabe quais são os objetos decorativos que estão em alta e que podem transformar o seu ambiente? Neste post, vamos te mostrar 10 objetos decorativos que não podem faltar na sua casa, seja na sala, no quarto, na cozinha ou no banheiro. Esses objetos vão deixar a sua casa mais bonita, aconchegante e funcional. Além disso, vamos te dar dicas de como usar esses objetos de forma harmoniosa e criativa. Fique ligado e confira!

Almofadas: conforto e beleza para a sua casa

Almofadas decorativa - Cactos
Gostou? Click aqui para comprar almofadas

As almofadas são objetos decorativos que não podem faltar na sua casa. Elas são versáteis, práticas e podem mudar completamente o visual de um ambiente. Além de proporcionar conforto, as almofadas também podem trazer cor, textura, estampa e personalidade para a sua decoração.

Mas como usar as almofadas de maneira correta? Existem algumas dicas que podem te ajudar a escolher e combinar as almofadas com o seu estilo e o seu espaço. Veja algumas delas:

  • Escolha almofadas que combinem com o seu sofá, cama ou poltrona. Você pode optar por cores que contrastem ou que harmonizem com o tecido do móvel. Por exemplo, se o seu sofá é cinza, você pode usar almofadas amarelas, vermelhas, azuis ou verdes para criar um ponto de cor. Se o seu sofá é estampado, você pode usar almofadas lisas ou com estampas que tenham cores em comum com o sofá.
  • Varie o tamanho, o formato e a textura das almofadas. Você pode usar almofadas quadradas, retangulares, redondas ou em formatos diferentes, como de animais, flores ou letras. Você também pode usar almofadas de tecidos diferentes, como algodão, seda, veludo, pelúcia ou couro. Essa mistura cria um efeito interessante e aconchegante para o ambiente.
  • Não exagere na quantidade de almofadas. O ideal é que elas ocupem cerca de 20% do espaço do sofá, da cama ou da poltrona. Assim, você evita que o ambiente fique sobrecarregado ou que as almofadas atrapalhem o uso do móvel. Uma boa regra é usar no máximo três almofadas para cada assento.
  • Troque as capas das almofadas de acordo com a estação, o clima ou o seu humor. Você pode ter capas de almofadas de cores e estampas diferentes e ir alternando conforme a sua vontade. Assim, você renova a sua decoração sem gastar muito e sem ocupar muito espaço.

As almofadas são objetos decorativos que podem fazer toda a diferença na sua casa. Elas podem tornar o ambiente mais bonito, confortável e convidativo. Use a sua criatividade e o seu bom gosto para escolher e combinar as almofadas que mais combinam com você e com o seu espaço.

 

Luminárias: iluminação e charme para a sua casa

Espaço com luminosidade adequada
Gostou? Click aqui para ver produtos como esses.

As luminárias são objetos decorativos que não podem faltar na sua casa. Elas são essenciais para iluminar os ambientes, mas também podem trazer estilo, personalidade e sofisticação para a sua decoração.

Existem vários tipos de luminárias, como de mesa, de chão, de parede, de teto ou de pendente. Cada uma delas tem uma função e um efeito diferente no ambiente. Veja algumas dicas de como escolher e usar as luminárias na sua casa:

  • Escolha luminárias que combinem com o seu estilo e o seu espaço. Você pode optar por luminárias clássicas, modernas, rústicas, minimalistas ou criativas. Por exemplo, se o seu estilo é moderno, você pode usar luminárias de metal, vidro ou plástico, com formas geométricas ou curvas. Se o seu estilo é rústico, você pode usar luminárias de madeira, bambu ou fibras naturais, com formas orgânicas ou artesanais.
  • Varie a intensidade, a cor e a direção da luz. Você pode usar luminárias que tenham dimmer, que permitam regular a intensidade da luz de acordo com a sua necessidade. Você também pode usar lâmpadas de cores diferentes, como branca, amarela, azul ou vermelha, para criar efeitos e sensações diferentes no ambiente. Você também pode usar luminárias que projetem a luz para cima, para baixo, para os lados ou para o centro, para criar focos de iluminação ou sombras no ambiente.
  • Não exagere na quantidade de luminárias. O ideal é que elas sejam suficientes para iluminar o ambiente de forma adequada, sem causar ofuscamento ou escuridão. Uma boa regra é usar uma luminária para cada ponto de interesse do ambiente, como uma mesa, um quadro, uma planta ou uma estante.
  • Troque as luminárias de acordo com a ocasião, o clima ou o seu humor. Você pode ter luminárias de diferentes tipos, tamanhos e estilos e ir alternando conforme a sua vontade. Assim, você renova a sua decoração e cria diferentes atmosferas para o seu ambiente.

As luminárias são objetos decorativos que podem fazer toda a diferença na sua casa. Elas podem iluminar o ambiente de forma adequada, mas também podem trazer charme, estilo e personalidade para a sua decoração. Use a sua criatividade e o seu bom gosto para escolher e usar as luminárias que mais combinam com você e com o seu espaço.

Prateleiras e nichos: organização e estilo para a sua casa

Nichos são ótimos para organizar coisas.
Gostou? Click aqui para ver produtos como esses.

As prateleiras e os nichos são objetos decorativos que não podem faltar na sua casa. Eles são ótimos para organizar e aproveitar o espaço vertical dos ambientes, mas também podem trazer charme, personalidade e funcionalidade para a sua decoração.

Existem vários tipos de prateleiras e nichos, como de madeira, de metal, de vidro, de plástico ou de MDF. Eles também podem ter diferentes formatos, como quadrados, retangulares, redondos, hexagonais ou em forma de letras. Você pode usar prateleiras e nichos para guardar livros, revistas, CDs, DVDs, plantas, quadros, fotos, velas, objetos de coleção ou o que mais você quiser.

Mas como usar as prateleiras e os nichos de maneira correta? Existem algumas dicas que podem te ajudar a escolher e combinar as prateleiras e os nichos com o seu estilo e o seu espaço. Veja algumas delas:

  • Escolha prateleiras e nichos que combinem com o seu estilo e o seu espaço. Você pode optar por prateleiras e nichos que sigam a mesma linha do seu móvel ou que contrastem com ele. Por exemplo, se o seu móvel é branco, você pode usar prateleiras e nichos de cores vibrantes, como vermelho, amarelo ou verde, para criar um ponto de destaque. Se o seu móvel é colorido, você pode usar prateleiras e nichos de cores neutras, como branco, preto ou cinza, para criar um equilíbrio.
  • Varie a altura, a largura e a profundidade das prateleiras e dos nichos. Você pode usar prateleiras e nichos de diferentes tamanhos e disposições, para criar um efeito dinâmico e interessante para o ambiente. Você também pode usar prateleiras e nichos que tenham divisórias, gavetas ou portas, para criar mais espaço de armazenamento e esconder o que não quer mostrar.
  • Não exagere na quantidade de prateleiras e nichos. O ideal é que eles sejam suficientes para organizar e decorar o ambiente, sem causar poluição visual ou dificultar a circulação. Uma boa regra é usar no máximo três prateleiras ou nichos para cada parede.
  • Troque os objetos das prateleiras e dos nichos de acordo com a estação, o clima ou o seu humor. Você pode ter objetos de diferentes cores, formas e estilos e ir alternando conforme a sua vontade. Assim, você renova a sua decoração e mostra a sua personalidade e o seu gosto.
READ  estante feita de engradado

As prateleiras e os nichos são objetos decorativos que podem fazer toda a diferença na sua casa. Eles podem organizar e aproveitar o espaço vertical dos ambientes, mas também podem trazer organização, estilo e funcionalidade para a sua decoração. Use a sua criatividade e o seu bom gosto para escolher e usar as prateleiras e os nichos que mais combinam com você e com o seu espaço.

Quadros: arte e personalidade para a sua casa

Parede repleta de quadros decorativos
Gostou? Click aqui para ver produtos como esses.

 

Os quadros são objetos decorativos que não podem faltar na sua casa. Eles são uma forma de expressar a sua arte, a sua cultura, os seus gostos e as suas memórias. Os quadros podem trazer cor, vida e emoção para os ambientes, além de valorizar as paredes e criar pontos de interesse.

Existem vários tipos de quadros, como pinturas, fotografias, gravuras, pôsteres, desenhos ou colagens. Eles também podem ter diferentes molduras, como de madeira, de metal, de plástico ou sem moldura. Você pode usar quadros para decorar qualquer ambiente da sua casa, como a sala, o quarto, a cozinha ou o banheiro.

Mas como usar os quadros de maneira correta? Existem algumas dicas que podem te ajudar a escolher e combinar os quadros com o seu estilo e o seu espaço. Veja algumas delas:

  • Escolha quadros que combinem com o seu estilo e o seu espaço. Você pode optar por quadros que tenham a ver com o tema, a cor ou o estilo do ambiente. Por exemplo, se o seu ambiente é clássico, você pode usar quadros de pinturas renascentistas, barrocas ou impressionistas. Se o seu ambiente é moderno, você pode usar quadros de fotografias, pôsteres ou pop art.
  • Varie o tamanho, o formato e a disposição dos quadros. Você pode usar quadros de diferentes tamanhos e formatos, como quadrados, retangulares, redondos ou ovais. Você também pode usar quadros de diferentes disposições, como alinhados, sobrepostos, agrupados ou espalhados. Essa variedade cria um efeito dinâmico e interessante para o ambiente.
  • Não exagere na quantidade de quadros. O ideal é que eles sejam suficientes para decorar e valorizar o ambiente, sem causar poluição visual ou desequilíbrio. Uma boa regra é usar no máximo três quadros para cada parede.
  • Troque os quadros de acordo com a estação, o clima ou o seu humor. Você pode ter quadros de diferentes temas, cores e estilos e ir alternando conforme a sua vontade. Assim, você renova a sua decoração e mostra a sua arte e a sua personalidade.

Os quadros são objetos decorativos que podem fazer toda a diferença na sua casa. Eles podem expressar a sua arte, a sua cultura, os seus gostos e as suas memórias. Eles também podem trazer cor, vida e emoção para os ambientes, além de valorizar as paredes e criar pontos de interesse. Use a sua criatividade e o seu bom gosto para escolher e usar os quadros que mais combinam com você e com o seu espaço.

Cortina

Uma linda poltrona cinza com almofadas azuis e brancas. Ao fundo uma janela com jardim e uma bela cortina branca
Gostou? Click aqui para ver produtos como esses.

A cortina é um dos objetos decorativos mais versáteis e indispensáveis na sua casa. Ela pode trazer vários benefícios, como:

  • Controlar a entrada de luz natural, criando um clima mais agradável e protegendo os móveis e os objetos da exposição solar;
  • Garantir a privacidade, impedindo que as pessoas de fora vejam o que acontece dentro da sua casa;
  • Isolar o som, reduzindo os ruídos externos e melhorando a acústica do ambiente;
  • Decorar, dando um toque de cor, textura e estilo ao seu espaço.

Na hora de escolher a cortina ideal para a sua casa, você deve levar em conta alguns fatores, como:

  • O tamanho da janela, que deve ser medido com precisão para que a cortina cubra toda a área desejada;
  • O tecido da cortina, que deve ser adequado ao tipo de ambiente e ao efeito que você quer criar. Por exemplo, tecidos leves e transparentes são mais indicados para ambientes claros e arejados, enquanto tecidos pesados e opacos são mais apropriados para ambientes escuros e aconchegantes;
  • A cor da cortina, que deve harmonizar com o restante da decoração e transmitir a sensação que você quer passar. Por exemplo, cores claras e neutras são mais neutras e ampliam o espaço, enquanto cores escuras e vibrantes são mais marcantes e reduzem o espaço;
  • O estilo da cortina, que deve combinar com o seu gosto pessoal e com o conceito do seu projeto. Por exemplo, cortinas com estampas, babados e franjas são mais românticas e delicadas, enquanto cortinas com listras, xadrez e geométricas são mais modernas e despojadas.

Algumas dicas interessantes para usar a cortina na decoração são:

  • Usar varões ou trilhos para pendurar a cortina, que são mais práticos e fáceis de instalar e manusear;
  • Usar argolas, ilhoses ou presilhas para prender a cortina, que são mais charmosos e elegantes do que os tradicionais ganchos;
  • Usar acessórios como abraçadeiras, fivelas ou laços para prender a cortina, que são mais criativos e originais do que os simples amarradores;
  • Usar sobreposições de cortinas, como voil e blackout, que permitem regular a luminosidade e o visual do ambiente;
  • Usar cortinas com comprimento até o chão, que são mais sofisticadas e imponentes do que as cortinas com comprimento até o peitoril ou o batente da janela.
READ  A área de serviço também merece atenção

Alguns lugares onde você não deve usar a cortina são:

  • Na cozinha, onde a cortina pode acumular gordura, sujeira e odores, além de oferecer risco de incêndio;
  • No banheiro, onde a cortina pode mofar, manchar e estragar por causa da umidade e do vapor;
  • No quarto de crianças ou de animais, onde a cortina pode ser puxada, rasgada ou engolida, causando acidentes ou danos.

Tapetes na decoração: por que você precisa deles?

Sala pequena decorada com algumas plantas e um lindo tapete colorido na entrada. O tapete tem formas em losango.
Gostou? Click aqui para ver produtos como esses.

Os tapetes são um item indispensável na decoração de qualquer ambiente. Eles trazem conforto, aconchego, beleza e personalidade para o seu espaço. Além disso, os tapetes podem ajudar a delimitar os ambientes, proteger o piso, absorver ruídos e melhorar o clima térmico.

Mas como escolher o tapete ideal para cada cômodo? E onde não usar os tapetes? Confira algumas dicas a seguir:

  • Sala de estar: o tapete deve combinar com o estilo, as cores e o tamanho da sala. O ideal é que o tapete cubra toda a área dos móveis ou pelo menos a frente dos sofás e poltronas. Evite tapetes muito claros, que podem sujar facilmente, ou muito escuros, que podem diminuir o espaço.
  • Sala de jantar: o tapete deve ser maior do que a mesa e as cadeiras, para que estas não fiquem fora do tapete quando forem afastadas. Prefira tapetes de materiais fáceis de limpar, como sisal, algodão ou sintéticos. Evite tapetes com pelos, que podem acumular migalhas e poeira.
  • Quarto: o tapete deve trazer conforto e aconchego para o ambiente. Você pode optar por um tapete grande que cubra toda a área da cama e das laterais, ou por tapetes menores nas laterais da cama e na frente do guarda-roupa. Escolha tapetes de cores suaves, que transmitam tranquilidade, e de materiais macios, como lã, algodão ou pelúcia.
  • Banheiro: o tapete deve ser antiderrapante, absorvente e de fácil lavagem. Você pode usar tapetes de borracha, algodão ou microfibra. Evite tapetes de tecidos pesados, que demoram a secar, ou de cores muito claras, que podem manchar com facilidade.
  • Cozinha: o tapete deve ser resistente, impermeável e de fácil limpeza. Você pode usar tapetes de vinil, borracha ou plástico. Evite tapetes de tecidos, que podem pegar fogo, ou de cores muito claras, que podem se sujar com gordura e molhos.

Dica: para manter os seus tapetes sempre bonitos e limpos, aspire-os regularmente, evite expô-los ao sol e siga as instruções de lavagem de cada material.

Mesas de cabeceira

Uma mesa de cabeceira ao lado da cama. Ela tem o tampo redondo e está com uma pequeno vaso de planta comportando uma leguminosa e uma relógio antigo.

As mesas de cabeceira são móveis que ficam ao lado da cama e que servem para apoiar objetos como abajures, livros, celulares, relógios e outros. Elas são muito úteis e práticas, mas também podem fazer toda a diferença na decoração do quarto. Mas como escolher e decorar as mesas de cabeceira?

Confira algumas dicas a seguir:

  • Tamanho: o tamanho das mesas de cabeceira deve ser proporcional ao tamanho da cama e do quarto. Elas não devem ser nem muito altas nem muito baixas em relação à altura do colchão. O ideal é que elas tenham entre 50 e 70 cm de altura e entre 40 e 60 cm de largura.
  • Estilo: o estilo das mesas de cabeceira deve combinar com o estilo do quarto e da cama. Você pode optar por mesas de cabeceira iguais ou diferentes, desde que elas tenham alguma harmonia entre si. Você pode escolher entre mesas de cabeceira clássicas, modernas, rústicas, minimalistas, coloridas, etc.
  • Material: o material das mesas de cabeceira deve ser resistente, durável e de fácil limpeza. Você pode escolher entre mesas de cabeceira de madeira, metal, vidro, espelho, MDF, etc.
  • Decoração: a decoração das mesas de cabeceira deve ser funcional e bonita. Você pode usar objetos como abajures, velas, vasos, quadros, porta-retratos, etc. Mas cuidado para não sobrecarregar as mesas de cabeceira com muitos objetos, pois isso pode atrapalhar o seu descanso e a sua circulação no quarto.

Dica: para dar um toque especial às suas mesas de cabeceira, você pode usar livros, revistas ou caixas para criar diferentes níveis e alturas. Assim, você cria um efeito visual mais interessante e dinâmico.

Estantes

Espaço de leitura perto de uma janela com um belo jarro de planta, ao fundo uma prateleira repleta de livros.

As estantes são móveis que servem para guardar e expor objetos como livros, revistas, CDs, DVDs, coleções, enfeites, etc. Elas são muito versáteis e podem ser usadas em diversos ambientes da casa, como sala, quarto, escritório, cozinha, banheiro, etc. Mas como organizar e decorar as estantes?

Confira algumas dicas a seguir:

  • Tipo: o tipo de estante deve ser escolhido de acordo com o espaço disponível, o estilo da decoração e a função que ela vai desempenhar. Você pode optar por estantes de parede, de chão, de canto, embutidas, suspensas, modulares, etc. Você também pode escolher entre estantes abertas, fechadas, com portas, gavetas, nichos, etc.
  • Material: o material da estante deve ser resistente, durável e de fácil limpeza. Você pode escolher entre estantes de madeira, metal, vidro, MDF, plástico, etc. Você também pode misturar materiais diferentes para criar um efeito mais moderno e original.
  • Cor: a cor da estante deve combinar com as cores do ambiente e dos objetos que ela vai guardar. Você pode optar por estantes de cores neutras, como branco, preto, cinza, marrom, etc., que são mais fáceis de harmonizar. Ou você pode optar por estantes de cores vibrantes, como vermelho, amarelo, azul, verde, etc., que trazem mais destaque e personalidade.
  • Organização: a organização da estante deve ser feita de acordo com o tipo e a quantidade de objetos que ela vai guardar. Você pode organizar os objetos por categorias, tamanhos, cores, formas, etc. Você também pode usar caixas, cestos, bandejas, etc., para guardar objetos menores ou mais delicados. Mas cuidado para não sobrecarregar a estante com muitos objetos, pois isso pode gerar uma sensação de bagunça e poluição visual.
  • Decoração: a decoração da estante deve ser feita de acordo com o seu gosto e personalidade. Você pode usar objetos como quadros, fotos, plantas, velas, luminárias, etc., para criar pontos de interesse e charme. Você também pode usar livros, revistas ou discos para criar diferentes níveis e alturas. Assim, você cria um efeito visual mais interessante e dinâmico.
READ  Cama de casal tendencias e dicas [-FOTOS-]

Dica: para dar um toque especial à sua estante, você pode usar papel de parede, adesivos, tecidos, tintas, etc., para revestir o fundo ou as laterais da estante. Assim, você cria um contraste e uma profundidade na sua estante.

Espelho

Espelho redondo com bardas preta pendurado na entrada da sala.

O espelho é um elemento que pode transformar qualquer ambiente da casa. Ele reflete a luz, amplia o espaço, valoriza os detalhes e cria um efeito de profundidade. Mas como usar o espelho na decoração?

Confira algumas dicas a seguir:

  • Local: o local onde você vai colocar o espelho deve ser escolhido com cuidado. Evite colocar o espelho em frente a janelas, portas ou objetos que você não queira destacar. Prefira colocar o espelho em paredes vazias, em cima de móveis, em cantos ou em corredores. Você também pode usar o espelho para disfarçar imperfeições na parede, como rachaduras ou manchas.
  • Formato: o formato do espelho deve combinar com o estilo da decoração e com o formato do ambiente. Você pode optar por espelhos redondos, quadrados, retangulares, ovais, hexagonais, etc. Você também pode optar por espelhos com molduras, que podem ser de madeira, metal, plástico, etc. As molduras podem ter cores, texturas, desenhos ou estampas diferentes, para criar um contraste ou uma harmonia com o espelho.
  • Tamanho: o tamanho do espelho deve ser proporcional ao tamanho do ambiente e do móvel onde ele vai ficar. Você pode optar por espelhos grandes, que ocupam toda a parede ou parte dela, ou por espelhos pequenos, que podem ser usados em conjunto ou separadamente. Você também pode optar por espelhos com diferentes alturas, para criar um efeito de movimento e dinamismo.
  • Estilo: o estilo do espelho deve refletir o seu gosto e personalidade. Você pode usar espelhos clássicos, modernos, rústicos, minimalistas, românticos, etc. Você também pode usar espelhos com efeitos especiais, como bisotê, fumê, bronze, etc. Esses efeitos podem dar um toque de sofisticação e elegância ao seu espelho.

Dica: para dar um toque especial ao seu espelho, você pode usar iluminação, plantas, flores, velas, etc., para criar um clima mais aconchegante e charmoso.

Painéis de foto/Porta retrato: como usar na decoração?

3 Lindos porta retrato com imagens de plantas.

Os painéis de foto e os porta retratos são elementos que podem trazer mais vida e personalidade para a sua casa. Eles permitem que você exponha as suas fotos preferidas, sejam elas de família, amigos, viagens, momentos especiais, etc. Mas como usar os painéis de foto e os porta retratos na decoração?

Confira algumas dicas a seguir:

  • Local: o local onde você vai colocar os painéis de foto e os porta retratos deve ser escolhido com cuidado. Evite colocar os painéis de foto e os porta retratos em locais que recebam muita luz solar, pois isso pode desbotar as fotos. Prefira colocar os painéis de foto e os porta retratos em paredes, prateleiras, estantes, mesas, aparadores, etc. Você também pode usar os painéis de foto e os porta retratos para preencher espaços vazios ou criar pontos focais na sua decoração.
  • Formato: o formato dos painéis de foto e dos porta retratos deve combinar com o formato das fotos e com o estilo da decoração. Você pode optar por painéis de foto e porta retratos redondos, quadrados, retangulares, ovais, hexagonais, etc. Você também pode optar por painéis de foto e porta retratos com molduras, que podem ser de madeira, metal, plástico, etc. As molduras podem ter cores, texturas, desenhos ou estampas diferentes, para criar um contraste ou uma harmonia com as fotos.
  • Tamanho: o tamanho dos painéis de foto e dos porta retratos deve ser proporcional ao tamanho das fotos e do ambiente. Você pode optar por painéis de foto e porta retratos grandes, que ocupam toda a parede ou parte dela, ou por painéis de foto e porta retratos pequenos, que podem ser usados em conjunto ou separadamente. Você também pode optar por painéis de foto e porta retratos com diferentes alturas, para criar um efeito de movimento e dinamismo.
  • Estilo: o estilo dos painéis de foto e dos porta retratos deve refletir o seu gosto e personalidade. Você pode usar painéis de foto e porta retratos clássicos, modernos, rústicos, minimalistas, românticos, etc. Você também pode usar painéis de foto e porta retratos com efeitos especiais, como luzes, espelhos, letras, etc. Esses efeitos podem dar um toque de criatividade e originalidade ao seu painel de foto ou porta retrato.

Dica: para dar um toque especial aos seus painéis de foto e porta retratos, você pode usar fitas, cordas, pregadores, ganchos, etc., para pendurar ou fixar as suas fotos. Assim, você cria um painel de foto ou porta retrato mais personalizado e divertido.

Conclusão

A decoração é uma forma de expressar a sua personalidade, o seu estilo e o seu gosto. Com os 10 itens que apresentamos neste post, você pode transformar qualquer ambiente em um espaço aconchegante, funcional e bonito. Almofadas, luminárias, prateleiras e nichos, quadros, cortinas, tapetes, mesas de cabeceiras, estantes, espelhos e painéis / porta retratos são elementos que podem fazer a diferença na hora de decorar a sua casa, o seu escritório, o seu quarto ou qualquer outro lugar que você queira. Experimente combinar cores, texturas, formas e tamanhos para criar uma harmonia visual e uma atmosfera agradável.

Lembre-se que a decoração é uma arte que reflete a sua essência, por isso, não tenha medo de ousar e se divertir. Esperamos que você tenha gostado das nossas dicas e que elas te inspirem a criar o seu próprio estilo. Obrigado por nos acompanhar e até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *